terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Parece piada

A Caixa sempre me dá a sensação de que na verdade estou participando de uma pegadinha.
Hoje fui sacar o meu suado dinheirinho do fundo de garantia. Longe de ser uma fortuna, mas o resultado de quatro anos de trabalho na faculdade. Cheguei na agência, peguei a senha 58 e estavam na 56. Os milagres da modernidade, pensei. O atendimento foi rápido, mas o caixa não tinha autonomia para o TED e eu precisava de uma assinatura da gerente, no segundo andar.
Subi as escadas e havia vários gerentes. Vai ser rapidinho, me enganei. Tinha uns 12 gerentes, mas apenas uma poderia autorizar a transferência do meu dinheiro para a minha conta. Também ela era a única responsável por financiamento de casa própria, solicitação de talão de cheque, e tudo o mais que precisava de uma tal senha mágica que apenas ela detinha.
Uma hora esperando o atendimento, escutando as conversas das velhinhas sobre a ingratidão dos netos. Elas concluíram que essa juventude é muito ingrata mesmo. Assim como os homens, pois uma se separou depois de o marido fazer ela assinar uma procuração penhorando a casa, enquanto ela tomava banho e nem saiu do chuveiro para ver o que assinava, e a outra que nunca quis casar.
Papel assinado, volto para o caixa. Dessa vez era uma mulher, que não conseguia ler os dados na minha carteira de identidade e me pedia para dizer os números, enquanto me aconselhou a nunca envelhecer. De repente, começou a dizer que o teclado estava maluco. Chamou o colega ao lado que olhou e concluiu que o teclado estava mesmo maluco. Aí ela chamou o James.
- James, socorro!
Ele olhou, avaliou a insanidade do teclado e começou a bater nas teclas. Pegou o teclado com as mãos e atirou várias vezes conta a mesa, com força. Colocou ele lá, e o pobre funcionou.
E consegui passar o meu dinheiro para a minha conta...

---


A propósito, feliz 2010!!!!

3 comentários:

APPedrosa disse...

hahahaha... Psicologia do teclado! Ainda bem que conseguiu. Beijos e feliz 2010 para a família toda.

Comodites disse...

Espetacular!!! Tem uma cara de seriado americano ou daqueles vídeos de estresse que aparecem, volta meia, no Youtube. Mas pra finalizar quanto tempo durou toda essa maratona?

Mone disse...

kkkkkkkkkkkk

boa tecnica para consertar teclados... e olha, quanto aos conselhos das velhinhas, é importante... muitas vezes elas já viveram as situações e querem nos poupar...rs mas, nós não entendemos...rs