sexta-feira, 23 de julho de 2010

Manifesto pelas mães

O Grupo Cria publicou um manifesto pelas mães. (http://www.grupocria.com.br/)
Eu, que sou, chorei enquanto lia, mesmo estando no ambiente de trabalho. Afinal, como toda mãe sabe, mãe tem umas reações estranhas em qualquer lugar, a qualquer hora do dia.
Felizmente eu consegui ser mãe. Efetivamente. Sem bandeiras. Apenas mãe.
E embora tanto falem da culpa das mães, acho que encontrei um equilíbrio entre a carreira que tanto amo e a vida em família. Os olhos brilhantes da pequena me mostram que vamos bem, que amor está firme, que somos mãe e filha.

Ser mãe é uma re-significação maravilhosa.

Um comentário:

Ceila Santos disse...

Isadora, muito bom saber que se identificou com Manifesto pelas Mães sendo uma mulher que encontrou o equilíbrio entre o trabalho e família. E o movimento por lá continua em breve com novas ações: www.grupocria.com.br