sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Bom e velho jornalismo

Ontem levei um professor (e amigo e tio) meu para conversar com meus alunos sobre jornalismo esportivo na web. A aula mexeu demais comigo. Ele falava do jornalismo com tanto amor que, assim como quando eu era aluna, me comoveu. Contou histórias do antigo e ótimo JB e de sua saga de repórter na busca incessante pela informação. E essa busca continua muito viva dentro dele. 
Eu peguei outro tempo de redação - estava inclusive na sucursal do JB quando fechou - e sou claramente amargurada com a imprensa e sua asquerosa relação com o poder. Eu saí da imprensa para poder voltar a acreditar no jornalismo, por mais paradoxal que isso possa parecer. Procuro o jornalismo, desesperadamente, nos trabalhos de comunicação institucional que faço, principalmente no relacionamento com a comunidade e, claro, na coordenação do jornal laboratório da faculdade onde a busca pela informação ainda pulsa e olhos brilham. 

2 comentários:

Pai dos trigemeos disse...

tenho gostado de passar por aqui.
um bebe pequeno?! aproveite pois passa muito rapido...
beijos

Vanessa disse...

Isadora, levei meu filho para tomar todas as vacinas no posto e tb fui super bem atendida aqui no Rio :-). Bom, né? Não é sempre que acontece mas acontece sim!

abraço