terça-feira, 24 de novembro de 2009

Jornalismo

Cá estou eu, montando a empresa de comunicação, felizmente já com bons clientes. O mercado carece de empresas que ofereçam um trabalho inteligente e não aquela velha, engessada e sem sentido assessoria de imprensa. Acredito nisso e tenho encontrado clientes que acreditam também.
Por outro lado, vejo vários colegas de redação infelizes. Quase todos.
O Jornalismo passa por uma crise de identidade e os jornalistas estão deprimidos.
No mundo corporativo as empresas estão carentes de bons profissionais.
Logo, tem um mundo grande para se conquistar (e de preferência um bocado antes da Copa do Mundo para ter a chance de viver uma experiência profissional única).

Jornalistas que ainda acreditam na informação, o mundo é grande!

3 comentários:

Carmem Tristão disse...

eu também tenho uma empresa de assessoria. vivo na gangorra. final de ano, contratos cancelados. depois do carnaval, preciso contratar gente pra me ajudar a dar conta do serviço. infelizmente ainda são poucos os empresários que consideram o serviço um investimento.

Fotodiário disse...

Isadora, voce está coberta de razao, os jornalistas estao deprimidos. Muito deprimidos.
Existe vida fora das masmorras das redacoes e eu vou procura-la.
Sei que um dia vou encontrar, so estou meio perdido, mas vou achar meu lugar.
Valeu e parabens pelo blog.....

Fernando Grilo disse...

Oi Isadora, te achei pelo blog do Emmanuel. Gostei de saber que você está fazendo muita coisa legal. Eu me decepcionei com as redações em 2001 e desde então tenho vivido de freela. No começo foi muito difícil, mas agora estou mais confiante e com alguns clientes fixos. O mundo fora das redações é muito promissor! Se precisar de um parceiro no seu trabalho pode contar comigo. Um abraço!