segunda-feira, 11 de maio de 2009

30 anos

Em 22 dias faço 30 anos e isso está mexendo demais comigo. Longe de eu me achar velha, mas é um marco da vida e sempre tive uma imagem do que seria de mim quando os 30 chegassem. É claro que não sou o que desenhei há 5, 10, 15, 20 anos: nem tão madura, nem tão bonita, nem tão rica, nem tão decidida, nem tão segura, mas com uma noção bem melhor de realidade. E isso não é uma reclamação. Permitir que a vida seja como ela é e perceber-se pequeno dentro tantas coisas tão maiores julgo ser o meu principal e mais bonito aprendizado. Nesses 30 anos eu fiz amigos que amo, construí uma carreira que me satisfaz, cultivo feliz um casamento em que acredito muito, e fiz uma filha que reinventou tudo aqui dentro. Nesses 30 anos vivi uma vida que ainda tem muito pela frente.

3 comentários:

Pai dos trigemeos disse...

a sabedoria eh uma dadiva. posso dar parabens desde ja?
beijos

Renata Nogueira disse...

Isa, prepare-se porque o melhor está por vir!!
Beijão

Anônimo disse...

Olha aqui, querida amiga Isadora, tirando a parte do divã, o resto se ajeita, assim é a vida! No mais, a Manu tá linda por demais, e estamos esperando o convite pra bebedeira, porque aniversário tem que ser festejado, sempre!!!!

Abraços,

Fernando Horta Zuba