sexta-feira, 6 de março de 2009

Me excomungue também

Seguindo a idéia do Parede de Meia, entro na dança e sugiro ao excelentíssimo senhor bispo de Recife para me excomungar também. Dizer que sou apenas a favor do aborto da menina de nove anos grávida de gêmeos após ser estuprada pelo padrasto não reflete todo o meu sentimento. A gravidez abala todas as estruturas de uma mulher de 30, como eu, e nem consigo imaginar o que é capaz de fazer com uma criança de nove que foi abusada pelo padrasto. Portanto me excomungue, seu bispo, porque se essa é a lei de Deus, prefiro a dos homens e principalmente a das mulheres.

8 comentários:

Ana Paula Siqueira disse...

Ei Isadora,tudo bem?
A pergunta é: e o padrasto?? Não foi excomungado por quê????
Ontem vi uma matéria sobre o caso que dizia que a menina vinha sendo estuprada desde os 6 anos!!! E a mãe??? Pq essa infeliz nunca fez nada???
Onde iremos parar, meu Deus!!!
Caí aqui por um acaso e gostei bastante!
um abraço

Vanessa disse...

Não dá pra mensurar o tamanho do sofrimento imposto a esta menina e tantas outras que são igualmente humilhadas com essas toscas e risíveis declarações fanáticas religiosas. Pode me excomungar tb, já dei as costas a esta instituição capenga que fecha os olhos aos seus funcionários estupradores há bastante tempo. Ser excomungada não irá fazer diferença pra mim também.

Abraço!

Renata Nogueira disse...

Me excomungue também!

Pai dos trigemeos disse...

Tambem quero ser excomungado!

Anônimo disse...

Me excomungue também!

Anônimo disse...

Grande Moral tem essa igreja, ela deveria é cuidar da sua banda podre.

Me excomungue também!

disse...

Se for assim, já estou excomungada e não dou a mínima importância. Deus está no meu coração e não nas palavras desse padre. Ainda acrescentaria a pena de morte ao pilantra do padrasto.

bjim

APPedrosa disse...

Não sei em que parte da Bíblia esse arcebispo leu que estuprar é menos grave que abortar o fruto desse estupro, ainda mais em uma criança. Não sei de onde ele tirou que abortar nessas circustâncias é mais grave que condenar essa criança à pena de morte de carregar e parir esses filhos para os quais o corpo dela (nem vou falar no coração e na alma) não tem estrutura. A única explicação que encontro é que se a igreja Católica admitir que abuso de menores é passível de excomunhão, sobrarão pouquíssimos padres, bispso e arcebispos para "representar" Deus na Terra.

Também prefiro ser excomungada que fazer parte desse circo de quinta.